Voo atrasa 60 segundos e, por isso, 158 passageiros terão que fazer quarentena

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

SAS Quarentena
Foto de BriYYZ via Wikimedia Commons

Algo inusitado ocorreu no último final de semana que, certamente, deixou um grupo grande de passageiros revoltado. Tudo porque um voo da companhia aérea escandinava SAS de Nice para Oslo pousou um minuto depois do horário previsto, e isto resultou na quarentena compulsória de todos os passageiros a bordo.

O que, de fato, aconteceu

O caso aconteceu no último dia 7, e veio à tona através de uma reportagem do jornal NorwayToday. Segundo o jornal, o voo SK4700, operado por um Boeing 737, saiu de Nice, no Sul da França, em direção a Oslo, na Noruega, durante mais um serviço regular normal entre as duas cidades. O problema é que a decolagem atrasou e a aeronave veio a pousar à meia-noite e um minuto do sábado, dia 8 de agosto.

Acontece que, segundo as regras colocadas pelo governo norueguês, quaisquer viajantes vindos da França, Mônaco, Suíça e República Checa que chegassem do dia 8 em diante teriam que ficar em quarentena obrigatória de 10 dias, como medida de prevenção e não-disseminação do novo coronavírus.

E já que o avião pousou no primeiro minuto do dia 8 de agosto, não teve moleza para o grupo de 158 passageiros, que terá que permanecer em casa por 10 dias e sob monitoramento das autoridades norueguesas.

Comemoração no pouso, mas…

O comandante do voo chegou a anunciar aos passageiros que eles tinham pousado à meia-noite em ponto, e todos comemoraram, mas depois o Ministério das Relações Exteriores norueguês esclareceu que não era bem assim, e até usou o FlightRadar24 como prova.

Isso porque o aplicativo de rastreamento aponta que o voo pousou às 0h01, e que também saiu 15 minutos atrasado da França, um tempo precioso que valeu por dez dias, e que não foi possível recuperar completamente em rota.

© FlightRadar24

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Tripulantes da Azul aprovam o fim antecipado da redução de salário...

0
Veja como votaram comissários, copitolos e comandantes para o fim do regime de redução de jornada de trabalho e salários da Azul.