Voo da SAS atrasa após ativista se grudar com cola à fuselagem do avião

Bene Riobó / CC via Wikimedia Commons

Um voo da empresa sueca Scandinavian Airlines System (SAS) teve que ser atrasado em uma hora e meia na noite desta segunda-feira (29), depois que ativistas climáticos invadiram a pista do aeroporto para protestar contra o aquecimento global. Em certo momento, uma das moças se grudou à fuselagem do avião.

A Polícia reportou em seu site que se deslocou até o local após receber uma chamada informando que várias pessoas não autorizadas estavam na pista no aeroporto de Ängelholm, impedindo que uma aeronave partisse, enquanto portavam uma faixa e gritavam em prol de medidas contra o aquecimento global. 

Após algum trabalho, cerca de dez pessoas foram removidas da área, exceto uma que estava grudada ao corpo da aeronave com cola. Para essa, os oficiais levaram algum tempo extra tentando “descolá-la” sem que ela se machucasse.

Segundo o periódico Norra Skane, ninguém foi detido. Os ativistas que tentaram impedir a aeronave de levantar são suspeitos de violar o Regulamento da Aviação e foram indiciados para responder pelo possível crime em liberdade. Outros cinco, que estavam no terminal, são suspeitos de danificarem o aeroporto e também serão investigados.

O avião teria decolado às 19h25 locais, mas apenas partiu às 21h. Segundo informações do FlightRadar24 em sua conta do Twitter, o incidente envolveu o voo SK2184, operado por um ATR-72-600 e que faria a rota de Helsinborg / Angelholm para a capital Estocolmo.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Homem Laser Helicóptero Polícia Flórida

Homem detido após apontar laser para aeronave da polícia; ação foi...

0
O homem de 48 anos foi preso ao usar um apontador para atrapalhar e colocar em risco uma operação de aeronave.