Voo de traslado com Embraer 710 termina no fundo do Rio Amazonas

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um voo de traslado com uma aeronave Embraer 710 “Carioca” de matrícula PT-NHW não terminou como esperado e a aeronave acabou caindo no Rio Amazonas com o piloto e dois passageiros a bordo no último dia 21 de agosto.

Segundo o relatório enviado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos do Brasil (CENIPA), a aeronave decolou às 15h55 do Aeródromo Brigadeiro Protasio de Oliveira, em Belém (PA), com destino ao Aeródromo Comandante Salomão Alcolumbre, localizado no município de Macapá (AP)

Aproximadamente 3 minutos antes do pouso em Macapá, ocorreu uma falha do motor, de causa ainda desconhecida, forçando o piloto a buscar pela única alternativa viável, o pouso no Rio Amazonas, ali vindo a efetuar uma aproximação de sucesso, que resultou em todos vivos e bem, embora a aeronave tenha tido danos substanciais.

Segundo informações do G1, os três ocupantes, todos homens, não sofreram ferimentos graves. Eles foram abordados por embarcações de ribeirinhos antes de serem resgados pelo helicóptero do Grupo Tático Aéreo (GTA) do Amapá.

Sobre a aeronave envolvida

Segundo dados públicos disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), a aeronave PT-NHW é um Embraer EMB710C produzido em 1976 pela Neiva Indústria Aeronáutica e registrado em nome de Adir Manoel da Silva. Curiosamente, o RAB indica que a aeronave foi comprada / transferida em 17 de julho, portanto, estava ainda em seus primeiros voos com o novo dono.

Na descrição da Wikipedia, o Embraer EMB-710 “Carioca” é um avião monomotor comercial a pistão, produzido pela Embraer sob licença da norte-americana Piper Aircraft, sendo o nome brasileiro do modelo Cherokee 235 Pathfinder. Foi lançado em 1975, foi fabricado até 1983. Pode atingir a velocidade de 237 km/h com seu motor Lycoming de 235 HP.

Considerado econômico e seguro, percorre cerca de seis quilômetros com um litro de combustível. Teve grande aceitação, com um total de 235 unidades fabricadas.

Modelo EMB710 – Foto de Pedro Aragão via Wikimedia Commons

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias