Voos da Qatar Airways ficam mais rápidos após ação da Arábia Saudita

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Após mais de três anos de sanções, a Arábia Saudita reabriu sua fronteira com o Catar e voltou a permitir o sobrevoo de aeronaves vindo do pequeno país peninsular.

Em junho de 2017 seis países árabes (Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito, Líbia, Iêmen e Bahrein) impuseram sanções ao Catar, acusando-o de ajudar o Irã e grupos terroristas. Com isso, o espaço aéreo destes países ficou fechado para os voos saindo do Catar, afetando fortemente a Qatar Airways, cujos voos tiveram que começar a dar longas voltas para chegar aos seus destinos ao sul, incluindo o Brasil, em que os voos chegaram a fazer escala na Grécia ou passavam pelo sul da África.

Agora que o banimento por parte dos sauditas acabou, a malha aérea da Qatar Airways será largamente beneficiada, e tais voos contarão com um ganho de tempo importante. Esse novo acordo foi intermediado pelo presidente americano Donald Trump e pelo xeque do Kuwait, Nawaf Al-Sabah, segundo reporta o jornal Arab News.

A mídia árabe reporta que é esperado que, em breve, o Egito se junte aos sauditas e também reabra suas fronteiras para o Catar. Por sua vez, os Emirados Árabes Unidos afirmam que estão trabalhando também neste sentido, mas uma decisão ainda não foi tomada. Além desses, ainda há banimentos por parte do Iêmen e da Líbia.

O mapa abaixo, embora não esteja totalmente atualizado, já que hoje as aeronaves sobrevoam o Iraque e não há escala em Atenas, ilustra bem a diferença da rota direta da Qatar Airways ao Brasil e a alternativa, que contorna os Oriente Médio pelo norte e cruza o Mar Mediterrâneo antes de tomar o rumo ao sul.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Viajantes que pousam no Aeroporto de Porto Alegre têm acesso a...

0
Cerca de 9,4 mil testes rápidos de antígenos foram concedidos pelo Governo do Estado para viabilizar a ação, que começou na segunda-feira.