Voos são suspensos em Adelaide após surto de COVID-19 entre funcionários

O aeroporto de Adelaide, na Austrália, precisou ter seus voos temporariamente suspensos na noite de terça (31) para quarta-feira (1º) depois da identificação de um surto de COVID-19 entre funcionários de solo.

Qantas 737 Aeroporto Adelaide
Pátio do aeroporto de Adelaide – Imagem: FotoSleuth [CC]

Segundo o 9News, houve agora uma série de novos casos, possivelmente ligados aos seis operadores de bagagem da Qantas que haviam dado positivo para o coronavírus pouco tempo atrás no aeroporto de Adelaide.

A suspensão das operações ocorreu para que a companhia aérea pudesse trabalhar com o Departamento de Saúde para rastrear os movimentos dos funcionários infectados antes que novos voos partissem ou chegassem.

Foram ao menos 100 pessoas colocadas em quarentena e mais testes estão em andamento. Os voos foram retomados no aeroporto na manhã desta quarta-feira.

Como resultado da suspensão, um voo da Qantas que havia saído de Sydney a caminho de Adelaide foi desviado de volta para a cidade portuária depois que os casos confirmados foram revelados.

O FlightRadar24 mostra que o voo de número QF-741, executado pelo Boeing 737-800 registrado sob a matrícula VH-VXB, havia voado por cerca de 1 hora e 10 minutos e estava relativamente próximo de Adelaide quando recebeu a informação da suspensão e retornou ao aeroporto de origem.

O voo da Qantas que retornou a Sydney – Imagem: FlightRadar24

O diretor médico do estado, Dr. Nicola Spurrier, confirmou que vários funcionários do aeroporto terão que entrar em quarentena como resultado e a SA Health está em discussão com a Qantas para evitar atrasos.

“Vários casos com operadores de bagagem”, confirmou o Dr. Spurrier. “Estamos conversando com a Qantas sobre mitigação de riscos. Um número significativo de funcionários entrará em quarentena”.

O Dr. Spurrier aconselhou os viajantes que haviam passado recentemente pelo Aeroporto de Adelaide que “seria uma boa ideia” limpar as malas que haviam sido manuseadas.

Em comunicado à 9News, a companhia disse que sete voos de e para Adelaide foram afetados, incluindo o voo de Sydney que estava a caminho.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Comandante Rolim Amaro dá nome a imersão pela aviação na CASACOR...

0
Em um movimento de continuidade, um monitor demonstra, em tempo real, os voos que acontecem a todo momento na cidade de São Paulo.