WOW Air declara falência e encerra operações

A companhia de baixo custo islandesa WOW Air anunciou nessa manhã o fim de suas operações. A aérea da Islândia opera aeronaves Airbus A320neo e A321ceo/neo.

Numa primeira declaração a companhia informou que decidiu suspender as operações enquanto finalizava a documentação de um acordo de investimento com um grupo de empresários.

A injeção de dinheiro era necessária para trazer de volta a equidade da companhia (valor resultante dos ativos subtraídos dos passivos).

Porém o negócio teria ido por água abaixo e a empresa logo depois declarou falência.

Já alguns meses a WOW passava por dificuldades financeiras devido à alta dos combustíveis e forte concorrência. A principal concorrente Icelandair chegou a negociar a compra da WOW mas desistiu.

Logo após a IndiGo Partners (dono da Wizz Air, Frontier Airlines e da JetSmart) fez uma oferta pela WOW porém o negócio não foi fechado. Desde então a empresa tem procurado investidores mas sem sucesso. A Lufthansa por sua vez avaliou a compra da WOW mas não prosseguiu em frente.

A WOW agora é a terceira aérea a declarar falência neste ano, após a flybmi e a Germania fecharem as portas no mês passado. Outra aérea que fechou recentemente as portas foi a dinamarquesa PrimeraAir em outubro passado, que possui um modelo de negócio muito similar ao da WOW.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Novas regras de voo para aeronaves experimentais entra em consulta pública

0
Iniciativa do Voo Simples, IS 91.319 regulamenta as condições de sobrevoo de áreas densamente povoadas em regiões onde a operação é permitida.