Aérea WOW Air volta das cinzas e agora dá um PLAY em nova fase

A companhia aérea islandesa WOW Air, que faliu em em março deste ano, está de volta com novos investidores para dar um PLAY literalmente.

Airbus A321neo PLAY

Os novos investidores elegeram o CEO Arnar Már Magnusson, que irá manter a filosofia de baixo-custo que a finada WOW Air possuía.

De início a empresa irá operar com alguns Airbus A320 e espera até o verão europeu de 2020 (julho) estar com seis aviões do modelo A321, o mesmo operado pela antiga WOW Air.

As primeiras rotas serão apenas pela Europa, mas os voos para os Estados Unidos estão garantidos assim que o “número mágico” de seis aviões for atingindo.

As vendas se iniciam em novembro através do novo site, o flyplay.com. Um outro foco da companhia será o mercado de cargas, utilizando o porão de suas aeronaves.

Repetindo o mesmo erro?

Apesar do anúncio da volta, a empresa será “nova”, utilizando apenas uma parte da estrutura da WOW Air. A finada teve seu certificado de aeronavegabilidade cancelado, e segundo Arnar, a PLAY está próxima de conseguir o seu.

A WOW Air faliu por vários motivos, mas principalmente por ter uma agressiva política de preços baixos mediante uma grande concorrência de outras empresas consolidadas, como a Norwegian Air e a Icelandair, que também oferecem passagens baratas.

A sua ousadia de iniciar voos para os EUA, antes mesmo de estabelecer uma rede forte na Europa, também contribuiu para o seu fechamento.

O anúncio de hoje foi curto e rápido, sem maiores detalhes. Mas, até agora, o modelo de negócio não tem nada de novo quando comparado ao da WOW Air, o que pode ser um risco.

O preço da WOW Air era tão baixo que compensava ir da Europa para os EUA com a companhia aérea, comprar um novo iPhone e voltar. O preço total saia mais barato que o novo smartphone da Apple na Europa, veja quanto custaria essa viagem:

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos