Início Indústria Aeronáutica ZeroAvia expande projeto de propulsão à hidrogênio com dois aviões de teste

ZeroAvia expande projeto de propulsão à hidrogênio com dois aviões de teste

Imagem: ZeroAvia

Para continuar sua trajetória em direção a voos com emissão zero, a ZeroAvia anuncia hoje (29) que está acelerando seu programa de aeronaves de 19 lugares para descarbonizar e revolucionar as viagens aéreas regionais.

Para isso, a empresa utilizará dois aviões bimotores Dornier 228 de 19 lugares – um no Reino Unido e outro nos Estados Unidos, fornecidos respectivamente pela Aurigny e pela AMC Aviation. Ambas as aeronaves já estavam em serviço para voos regionais nos dois países, demonstrando a oportunidade de redução de carbono nas rotas existentes.

O modelo de 19 assentos de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) faz parte do HyFlyer II, o segundo projeto liderado pela ZeroAvia apoiado pelo governo do Reino Unido com o objetivo de desenvolver um conjunto de potência com célula de combustível de hidrogênio.

Como parte do HyFlyer I, a ZeroAvia demonstrou com sucesso um motor de 250kW em uma aeronave de 6 lugares em três campanhas de ensaio de voo, atingindo todos os objetivos técnicos do projeto, incluindo o voo de cruzeiro apenas com célula de combustível. Todos os aprendizados do HyFlyer I serão totalmente utilizados no desenvolvimento de um motor de 600kW para o avião de 19 assentos no HyFlyer II.

Mais $13 milhões em investimentos

A ZeroAvia também anuncia hoje que garantiu um investimento adicional de $ 13 milhões para seu programa de desenvolvimento de motor para o projeto de mais de 50 assentos.

Este novo financiamento complementa o investimento inicial de $ 24 milhões que a empresa anunciou há algumas semanas, elevando para $ 37 milhões o investimento privado total no desenvolvimento de motores grandes da ZeroAvia para aeronaves com mais de 50 assentos.

Para a aeronave de 19 assentos, duas unidades de conjunto de potência hidrogênio-elétrico de 600KW da empresa substituirão os dois motores a combustão da aeronave, junto com tanques de combustível de hidrogênio, com capacidade de 100 kg de hidrogênio gasoso comprimido para suportar o alcance de 500 milhas (800 km) da oferta comercial em 2024.

Além disso, a ZeroAvia está progredindo com o software, hardware, integração mecânica e equilíbrio da planta de célula de combustível para o estado de certificação.

A nova instalação de 30.000 pés quadrados da ZeroAvia em Kemble atuará como a base dedicada para o desenvolvimento da classe de motores de 600 kW e marca um investimento significativo e expansão de seu programa de P&D no Reino Unido.

Adicionalmente, a divisão da empresa localizada em Hollister, Califórnia, ajudará a equipe do Reino Unido nos testes e será responsável pela construção da segunda aeronave de demonstração para comercialização de tecnologia na América do Norte.

A empresa emprega atualmente cerca de 50 pessoas, com planos de expandir para mais de 100 nos próximos 12 meses nos Estados Unidos e no Reino Unido.

Informações da ZeroAvia